Breve história da Casa Conarte

  Tudo começou no ano de 2009, numa reunião do seu fundador, o Sr. José Alberto da Silva Moura. (ALBERTO DA 17), em Niterói com algumas pessoas que não concordavam com as atuações e modos de operar com o tema do balão, já praticados por outras entidades existentes naquele ano, assim surgiu a ideia de montar uma outra entidade que possa fazer força e somar cada vez mais no Estado do Rio de Janeiro. Assim surgiu a Associação Cultural Recreativo Grupo Casa Conarte. Depois de várias reuniões, diversas tentativas de registrar um Estatuto e Ata dessa entidade, todas elas frustradas pelas diversas dificuldades que se encontrava pela frente, a ideia foi enfraquecendo, as pessoas foram desanimando e assim a Casa Conarte não conseguiu forças para surgir nos anos seguintes ficando para trás aquele sonho antigo de todos, as amizades foram ficando longe perdendo contato uns com os outros e anos se passaram. Quando em 2016, o seu fundador o Sr. Jose Alberto da Silva Moura (Alberto da 17), novamente chamou uns amigos para tentar fazer de um sonho antigo e adormecido uma realidade e força dentro do mundo do balão. Convocou pela ajuda dos seus velhos e longos amigos, para tornar novamente aquele sonho adormecido em uma realidade e cada vez mais viva em seu peito. Foi quando nos reunimos no antigo Clube dos Carteiros em Oswaldo Cruz, e formamos a primeira Diretoria da Associação Cultural Recreativo Grupo Casa Conarte. Chamamos diversas pessoas para somar conosco, algumas delas chegaram escutaram e depois pediram para sair, pois não acreditaram que aquela ideia se tornaria realidade um dia, pois era ideia de maluco que nunca sairia do papel, outras apenas chegaram por interesse e depois foram embora sem somar em nada, outras chegaram acreditaram e depois saíram por divergência de pensamento com o seu fundador. Depois de muitas peneiras, escolhas, erros e acertos, decidimos quem seria os Diretores da Casa Conarte, seu Presidente, o Sr. José Alberto da Silva Moura, Seu Vice-Presidente, o Sr. Edward Kaczan, o seu Presidente Administrativo, o Sr. Máximo Patrício de Miranda, o seu Vice-Presidente Administrativo, o Sr. Rosemberg Larroust da Silva Coelho, o seu 1º Conselheira, a Sra. Marivalda Alcantara da Silva, o seu 1º Secretária, a Sra. Ingrid Cunha do Prado, o seu 1º tesoureiro, o Sr. Jorge Luiz de Barros Abrahão, e assim, o seu presidente solicitou que seu Diretor Administrativo tomasse todas as medidas possíveis e impossíveis para registrar e dar vida à Associação Cultural Recreativo Grupo Casa Conarte. E assim foi providenciado toda a documentação. Foi dado entrada no cartório de pessoa jurídica do Rio de janeiro no ano de 2016, tivemos diversas exigência da parte do cartório, com idas e vindas diversas vezes, e finalmente todas foram bem cumpridas e resolvidas, foi quando no dia 11/10/2016, foi finalmente registrada e reconhecida em cartório a ASSOCIAÇÃO CULTURAL RECREATIVO GRUPO CASA CONARTE, ficando aquele ano registrada em todos os órgãos competente e também o nosso alvará de funcionamento emitido dia 27/10/2016, assim dava início a uma gestão de muito trabalho e dedicação ao mundo do balão. Fizemos diversas exposições nessa gestão, como segue algumas fotos dos eventos e todas reconhecidas e merecidas. Enfim, o tempo se passou as dívidas chegaram para associação uma vez que nunca cobramos para fazer qualquer tipo de evento, pelo contrario tirávamos e muito dos nossos bolsos. Não tínhamos sócios por uma opção do presidente, chegamos no ano de 2019, a um ponto de fechar as portas da associação pelo acumulo de dividas e não tínhamos como quitar tanta divida sem ter sócio ou alguém para nos ajudar, nesse momento começou a divergência dentro da associação, todos queriam colocar associados e seu presidente não concordava. O tempo passou, todos respeitaram a decisão do presidente, os desgastes ficaram cada vez maior onde se chegou ao ponto de todos se retirarem da entidade e só ficar apenas dois membros da Diretoria o Sr. Alberto e o Sr. Máximo, as contas cada vez maiores quando chegamos ao limite, perdemos o nosso site e outrem. Então decidimos por um acordo de cavaleiros em que o Sr. José Alberto da Silva Moura, que naquele mesmo ano não passava por uma situação financeira muito boa com vários problemas para resolver em sua vida pessoal, se afastaria da associação e da presidência. Neste momento o Sr. Alberto chamou o Sr. Máximo Patrício de Miranda, e fez a seguinte proposta: "você (Máximo), assumiria a associação para não correr o risco de fechar", uma vez que ninguém naquele momento não tinha como arcar com as dívidas, tanto o Sr. Alberto, nem o Sr, Máximo, pois não tinha sócio na gestão atual. Então, no ano de 2020, reformulamos uma nova diretoria, fizemos várias escolhas, algumas certas e outras erradas, que voltamos atrás e tiramos a tempo, tudo de acordo e ciência do seu ex-presidente, (Sr. Alberto da 17), sempre respeitando a sua história e trajetória dentro da Casa Conarte. Decidimos que daquele dia em diante, deveríamos sim ter associados, já que não tinha fundamento nenhum ter uma associação aberta para defender o mundo do balão sem qualquer tipo de ajuda. Nessa trajetória não podemos esquecer das amizades e amigos do coração que fizemos, duas pessoas muito especial para Casa Conarte. o Sr. Rafael Barcelos, um dos sócios da empresa RC Imports, uma personalidade muito especial que sempre nos ajudou em todos os eventos que fizemos em Volta Redonda, e a Sra. Letícia Machado, na sua boa e excelente gestão na direção da biblioteca de Volta Redonda, sempre nos acolheu de braços e coração abertos, sempre nos cedeu espaço e paciência com nossos balões que sempre lhe fizeram os olhos brilharem com cada um tão belo quanto o outro, as turmas de baloeiros que sempre nos doaram e nos cederam seus belos balões para exposições. Depois de muita escolha e paciência, temos uma Diretoria muito forte e dedicada para tudo dentro da associação, onde cada um tem sua força e deveres dentro dessa entidade, lutamos e temos as mesmas ideias e ideais e cada dia que passa ficamos cada vez mais fortes e unidos. Dentro dessa nova diretoria conseguimos grandes feitos, que vou contar abaixo. Mais antes vou apresentar a cada um de vocês, os novos Diretores da Casa Conarte. Hoje nós temos como seu Presidente o Sr. Máximo Patrício de Miranda, seu Vice-Presidente, o Sr. Alexandre da Glória Salvino, sua 1a Secretária, a Sra. Ingrid Cunha do Prado, sua Diretora Financeira, a Sra. Jessica Andrade Gonçalves, seu 1º Conselheiro, o Sr. Rosemberg Larrosut da Silva Coelho, seu 2º Conselheiro, o Sr. Eduardo Luiz da Silva, nossos Advogados, o Sr. Cilas Bruno, e Sr. Pedro Diego, dois dos melhores e excelentes advogados criminalistas, juntos e unidos em defender a Casa Conarte. Todos aptos e muito bem dispostos e grandes amigos pessoais para assumir esse grande desafio de fazer e trazer uma nova realidade de associação para o mundo do balão, pois se trata de um tema muito complicado nos tempos de hoje. Realizamos diversas exposições no Estado de São Paulo, coordenadas todas pelo Sr. Eduardo Luiz da Silva, trazendo vários recursos para dentro da cidade de São Bernardo do Campos e Diadema, arrecadando milhares de quilos de alimentos não perecíveis, todos doados para instituições carentes daquela cidade, conforme fotos anexos. Conseguimos a união com uma outra associação no estado de São Paulo, a Associação Sócio Cultural Esportiva de Artes em Papel de Guarulhos (ASCEAPG), (doada pelo seu antigo Presidente, o Sr. Nilson Aparecido), uma união muito boa para as partes, onde a mesma pertencia a Casa Conarte, porém, com sua frente de trabalho individual. E com essa parceria todos em nome da Casa Conarte, surgiu uma nova presidência com Sr. Eduardo Luiz da Silva, como presidente, e, Sr. Marcelo Pirulão, como vice-Presidente, assim fortalecendo a entidade em São Paulo, e futuramente também com novos eventos na cidade de Guarulhos, cidade que mais tem campanha contra baloeiros. Mas estamos trabalhando para seguir tudo o que os órgãos competentes nos dão como missão e assim seguirmos em harmonia com as leis vigentes e estamos aptos a provar que nossa arte não é crime, e sim precisamos mostrar que somos artistas, mas a cultura atual não dá espaço. Dentro dessa nova diretoria formada no ano de 2020, fizemos uma grande união para tratar do primeiro festival de balões sem fogo da Casa Conarte, corremos atrás de todas as liberações possíveis e uma delas a mais valiosa, a liberação do uso do espaço aéreo brasileiro condicionado e fiscalizado pela aeronáutica, uma das poucas conquistas já existentes no mundo do balão. Realizamos várias pesquisas, recorremos a aeronáutica para nos ceder o espaço aéreo brasileiro a essa nova e antiga modalidade do balão sem fogo, porém condicionado uma liberação formal deles, tornando aquele festival seguro para todos. Trouxemos a Polícia Militar Ambiental para dentro do festival, com um apelo para eles nos ajudarem a manter a nossa tradição com segurança para todos. Corremos atrás e conseguimos a liberação do nosso primeiro Festival de Balão sem Fogo da Casa Conarte. Todas as autoridades estavam cientes e junto conosco, Aeronáutica, Polícia Militar Ambiental, Prefeitura, conforme documentos em anexos, trazendo o mérito total a nova diretoria da Casa Conarte, que sempre acreditou nessa nova e velha modalidade do balão sem fogo, que poderia sim ter um evento desse porte e com toda a segurança possível, Nos programamos e nos dedicamos ao máximo a esse evento, mas infelizmente veio a Pandemia da Covid-19, dando um banho de água fria em nossos sonhos, pois o festival estava marcado para agosto de 2020, e com a chegada da doença e seu agravamento elevado dos casos, decidimos pela não realização do evento naquele ano. Porem, uma luz no fim do túnel, em um acordo formal com a Aeronáutica e Policia Militar Ambiental, decidimos realizar novamente o evento no ano seguinte. Em 2021, conseguimos mais uma vez trazer para dentro do festival todas as autoridades competentes, temos todas as autorizações possíveis para a realização do evento que está prevista para o mês de Maio de 2021, apenas aguardando como ficará a questão da doença em nosso país, pois prezamos pela segurança e saúde de  todos. Apenas um relato, entre o meio do ano de 2020 e início do ano 2021, somos uma entidade sustentável e com seu quadro de sócios de 44 sócios, que confia nessa nova diretoria sócios esses todos pagantes e em dia, que dão o devido valor a essa entidade. Promovemos sorteio de brindes para os sócios, não apenas queremos a ajuda deles, mas sabemos retribuir a ajuda que nos dão, sabemos que o desafio é muito, e será grande, mas com a ajuda de todos, podemos ter sucesso lá na frente, ciente que ainda estamos caminhando, que ainda somos pequenos nessa grande luta de descriminalização do balão junino e sua tão sonhada regulamentação. Vamos lutar sempre para defender e trazer para perto da sociedade o nosso balão junino, dizer para eles que o balão pode ser sim seguro para todos, que somos pais de famílias e trabalhadores como eles, que podemos sair na rua e dizer, SOMOS BALOEIROS, esse é o sonho dessa nova Diretoria da Associação Cultural Recreativo Grupo Casa Conarte.

Atuação da Casa Conarte, no estado de São Paulo.
A Casa Conarte começou a atuar em São Paulo na cidade de São Bernardo dia 13 de agosto de 2018Foi feito o primeiro teste dentro do poliesportivo na cidade de São Bernardo do Campos. A nossa grande dificuldade foi instalar os cabos de aço numa altura de 16 m de altura e 200 m de comprimento. Depois de muitas idas e voltas conseguimos fazer a primeira exposição de balões Ecológico na cidade de São Bernardo, junto com a Secretaria de Esporte da cidade. No dia 14 de outubro 2018, primeira exposição de balões ecológicos na cidade de São Bernardo foi exposto os balões dentro do Polo esportivo em torno de 80 balões durante o dia inteiro, foi arrecadado uma tonelada de alimento não perecível e o público durante o dia foi em torno de 2000 pessoas. A Casa Conarte distribuiu 500 pipas e 500 linhas. A Secretaria de Esporte da cidade ficou surpresa pelo tanto de pessoas e crianças que passaram nesse dia do evento. Após 6 meses do evento, a prefeitura de São Bernardo do Campo entrou em contato com a Casa Conarte para fazer a segunda exposições de balões ecológicos, sendo que eles iriam ajudar colocando o cabo de aço no teto e fazendo as instalações no piso para poder ligar os ventiladores. Na segunda exposições de balões Ecológico na cidade de São Bernardo, o público foi entorno de 4 mil pessoas foi Dentro do Polo esportivo, foi inflado 130 balões na segunda exposição arrecadado duas toneladas de alimento não perecível foi distribuído em torno de 600 pipa para as crianças, linhas, peões, Bambolê e cordas para as meninas. Esta duas toneladas de alimento foi deixado em torno de 500 Kg para prefeitura de São Bernardo e uma tonelada e meia ficou com a Casa Conarte, foram feitas 28 cesta básica distribuído a moradores de rua, asilo e creche no município de São Roque, e no município de São Bernardo do Campo. Em Janeiro, A Casa Conarte fez o contato com a Prefeitura de Diadema junto com a Secretaria de Esporte, para fazer uma exposição de balões ecológicos dentro do município. Foi definido para o dia 8 de março de 2020, onde foi realizado a primeira exposição de balões ecológicos na cidade de Diadema, foi arrecadado uma tonelada de alimento na cidade de Diadema.

 

Taxas de adesão Da Casa Conarte

taxas de associados para o ano de 2021

Taxas de adesão 2021
 taxa anual R$ 276,00

taxa mensal R$ 23,00 

 

NOSSA OFERTA

Vantagens da adesão

Serão aptos a ingressarem como associados, pessoas físicas, consideradas socialmente idôneas, sem limite de idade, com ou sem a indicação de outro membro direto da Administração e mediante o preenchimento de formulário próprio e que seja aprovado pela diretoria sendo as contribuições voluntarias por doação 


 

  • Entrada gratuita para exposições de Balões
  • Excursões comentadas
  • Seminários e oficinas de arte
  • Acesso às novidades para membros
  • Ajuda com a organização das exposições
  • Descontos para materiais de arte

Torne-se membro